Corane promove formação em autoconstrução de eólicas


Incentivar o empreendedorismo, promover a diversificação de negócios e a autossustentabilidade ambiental são os objetivos do curso de formação em autoconstrução de eólicas, que vai decorrer em bragança de 25 a 30 de novembro. A iniciativa partiu da Corane – Associação de Desenvolvimento dos Concelhos da Raia Nordestina, que contratou uma equipa especializada na construção de eólicas, oriunda da Holanda, que durante seis dias, em formação intensiva, vai ensinar os formandos a construir estas fontes de energia limpa.

“Acreditamos que esta formação pode representar uma oportunidade de negócio ou até de diversificação de negócios existentes e vai de encontrou à nossa missão, que é o desenvolvimento do mundo rural”, explica a coordenadora da Corane, Luísa Pires.

O próximo quadro comunitário de apoio, que entra em vigor em janeiro de 2014, privilegia, precisamente, a sustentabilidade económica e a sustentabilidade ambiental. “Conseguir reunir os dois fatores num só projeto é uma mais-valia”.

Não sendo vocação específica da Corane a promoção destes cursos de formação, a direção desta associação, que integra os concelhos de Bragança, Miranda do Douro, Vimioso e Vinhais, entendeu que pode dar um contributo importante facultando às pessoas o conhecimento e a formação necessária para o desenvolvimento dos seus projetos.

Este é um mercado em expansão, cada vez mais se fala na necessidade de aproveitamento dos recursos naturais, como é o vento, e de promoção de energias renováveis.

Neste momento estão a decorrer as inscrições para o primeiro curso, estando já agendado um segundo curso que vai decorrer de 2 a 7 de dezembro, ainda sem local definido. “Tudo vai depender do interesse em cada um dos municípios”, referiu a coordenadora.

A Corane decidiu promover esta formação por acreditar que se trata de uma área com interesse crescente, podendo esta qualificação servir de mais-valia para algumas pessoas ou empresas.